CONFORMIDADE PARA APLICAÇÕES ESPECÍFICAS


Os derivados de colofónia são produtos químicos com um largo espectro de aplicações. Sem que a maioria de nós se aperceba disso, vivemos rodeados de produtos, artigos e objetos, essenciais ao nosso quotidiano, que são feitos com derivados de colofónia. Desde as tintas de impressão que podemos encontrar em jornais e revistas, às tintas e vernizes usados no revestimento de pavimentos e móveis. Das ceras depilatórias às pastilhas elásticas, passando pela borracha dos pneus dos automóveis até às tintas de marcação rodoviária, e tantas outras aplicações possíveis. Enfim, uma enormidade de aplicações reguladas por legislação específica, cujos requisitos a Euro-Yser conhece, estuda e tem em conta na concepção e desenvolvimento dos seus produtos, de forma a que estes sejam matérias-primas que os nossos clientes possam usar nas suas formulações, com a certeza de que as mesmas cumprem os requisitos regulatórios aplicáveis aos seus produtos.

Na Euro-Yser apostamos fortemente na formação dos nossos colaboradores, e na área da conformidade regulatória temos uma equipa de pessoas inteiramente dedicada ao estudo dos requisitos legais e regulatórios aplicáveis não só aos nossos produtos, mas também ao segmento de produtos dos nossos clientes. Assim, disponibilizamos o nosso contacto para qualquer esclarecimento na área da Conformidade Regulatória.

Para mais informações:
[email protected]

O REACH NA YSER

Timeline de Implementação

REACH ENTRA EM VIGOR

1 de Junho, 2007

Desde a publicação do regulamento REACH, em 18 de Dezembro de 2006, que a YSER iniciou os preparativos para a entrada em vigor do mesmo. Seguimos as directrizes europeias, definimos em cada caso o nosso papel no REACH, recolhemos toda a informação possível sobre as substâncias químicas que produzimos e que utilizamos. Para atingir esse objetivo foi fundamental a existência de uma comunicação frequente e eficaz entre fornecedor e cliente, a qual ainda hoje mantemos com os nossos próprios fornecedores, na perspetiva de utilizadores a jusante, e com os nossos clientes, enquanto seus fornecedores e produtores de substâncias químicas.


PRÉ-REGISTO

1 de Junho a 30 de Novembro, 2008

Para beneficiar dos períodos de registo criados no âmbito do regime transitório do REACH para as substâncias de integração progressiva, os produtores/ importadores tiveram de pré-registar todas as substâncias que pretendiam registar, fornecendo à ECHA a identificação da substância (nome, números CAS e EINECS), uma estimativado volume anual produzido e informações sobre o potencial registante.
A YSER, entre 17 de Outubro e 21 de Novembro de 2008 submeteu via REACH-IT o pré-registo de todas as substâncias que produzia, importava, e, por segurança, também das que comprava na Europa. Nesse período, submetemos à ECHA mais de50 pré-registos.


FIM DA 1ª FASE DE REGISTO

30 de Novembro, 2010

Para as seguintes substâncias de integração progressiva, pré-registadas:
– Fabricadas / importadas em quantidades > 1000 ton / ano;
– Classificadas como CMR, cat. 1 ou 2, em
quantidades ≥ 1 ton/ano;
– Classificadas como (R50/53) em quantidades
≥ 100 ton/ano.
A YSER registou com sucesso, antes desta data, sete substâncias de integração progressiva, assumindo a liderança e responsabilidade de sero Registante Principal de uma das substâncias.


FIM DA 3ª FASE DE REGISTO

30 de Novembro, 2010

Para as substâncias de integração progressiva, pré-registadas e fabricadas ou importadas em quantidades entre 1 – 100 ton/ano.
Até ao final deste prazo a YSER prevê registar todas as restantes substâncias que produz e que não estejam isentas da obrigação de registo. Continuaremos a acompanhar e a corresponder a todas as obrigações relacionadas com os registos anteriores.


FIM DA 2ª FASE DE REGISTO

31 de Maio, 2013

Para as substâncias de integração progressiva, pré-registadas e fabricadas ou importadas em quantidades entre 100 – 1000 ton /ano.
A YSER registou com sucesso, antes do final de Maio de 2013, mais uma substância e continua a acompanhar e a dar resposta a todos os novos desenvolvimentos que têm surgido relativos aos registos anteriormente efectuados.